segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Quero ser a pipoca e não o piruá!




Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre.
Assim acontece com a gente.
As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.
Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira.
São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa.
Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo.
O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.
Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre.
Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.
Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo!
Sem fogo o sofrimento diminui.
Com isso, a possibilidade da grande transformação também.
Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou:
vai morrer.
Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si.
Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela.
A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz.
Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM!
E ela aparece como outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.
Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar.
São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar.
Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem.
A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura.
No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira.
Talvez hoje você não entenda o motivo de estar passando por alguma coisa...
Mas tenha certeza que quanto mais quente o fogo, mais rápido a pipoca estoura.


. TEXTO RECEBIDO POR E-MAIL enviado para mim pela amiga Chris Farhat e eu decidi que quero ser a pipoca e não o piruá diante das adversidades que têm aparecido na minha vida e na da minha família. RESUMO DOS ÚLTIMOS DIAS:

. MINHA MÃE E "VÔ ANÍBA": mamys está realmente com um problema no coração, que ficou inchado e fraco, não poderá fazer muitos esforços, deverá tomar a medicação rigorosamente e no mês de dezembro novos exames serão realizados para avaliar a evolução ao tratamento. Esse episódio com minha mãe me tirou o chão, novos problemas apareceram no decorrer dos dias e o mês de setembro foi um dos mais difíceis da minha vida. Tanto que no sábado o meu avô "torto" Aníbal, na verdade avô paterno do meu irmão Rodrigo que eu "adotei" desde menina como meu avô também, faleceu com água nos pulmões, estava lúcido e andava muito, sempre nos encontrávamos nas avenidas da vida. Senti o baque, fiquei triste com o desespero e choro do meu irmão, ele morou com este avô até os 15/16 anos, na verdade foi um pai para ele, enfim... quero ser a pipoca, mas estou relatando tudo isso aqui para mostrar que minha ausência realmente tem fundamento:

(Avô torto Aníbal e eu no mês passado)


. A VIDA TEM QUE CONTINUAR: assistindo várias reportagens com a Hebe Camargo em uma delas ela disse: "A GENTE PODE RECEBER AS NOTÍCIAS E RECEPCIONÁ-LAS DE FORMA TRISTE E CARRANCUDA E ASSIM PERMANECER, OU RECEBÊ-LAS SORRINDO E CONTINUAR VIVENDO A VIDA COM ALEGRIA", ELA DIZIA MUITO VIVA A VIDA! Eu escolho ser a pipoca e escolho gritar VIVA A VIDA! Muitas meninas chegaram e permaneceram leitoras deste humilde blog, que escrevo com tanto carinho, não pelos looks e demais assuntos tratados, mas para buscarem os sorrisos das fotos, muitas já disseram isso, uma vez uma menina, não lembro seu nome, disse que havia acordado triste e sem motivação e lembrou do v@ looks, acessou e eu estava sorrindo com uma roupa colorida, fiquei emocionada quando ela disse que a leitura a fez sair da cama e enfrentar o dia com mais determinação. Eu realmente sou sorridente no dia a dia, feliz com minha vida e apesar das adversidades que apareceram neste último ano (algumas perdas irreparáveis e doenças) eu escolho continuar a ser feliz e a transmitir energia boa a quem aparecer por aqui.


. TEMPO: como os namorados eu preciso de um "tempo" apenas para organizar alguns assuntos profissionais que se acumularam em setembro, quero uma semana para poder voltar com tudo nas atualizações dos meus blogs. No dia 22 deste mês completarei 36 anos, quero estar muito feliz no MEU dia porque desde menina AMO aniversariar já que é um presente de DEUS sempre, uma dádiva, a possibilidade que DEUS nos dá para viver mais um pouquinho com entes que amamos. Até lá quero estar de volta nos bloguitos. AGRADECIMENTO: não tenho palavras para agradecer tanto carinho recebido em todas as minhas redes sociais, não conseguirei agradecer individualmente, mas acreditem: EU LI TUDO e todas as orações enviadas, fiquei emocionada com praticamente todas, lágrimas brotavam a todo instantes, ainda brotam hehehe porque essa amiga de vocês aqui é uma manteiga derretida. RESUMINDO: ficarei ainda alguns dias longe das redes sociais, mas quando voltar será com tudo para que este restante de ano seja leve como uma pluma.


. RESULTADO DO SORTEIO mix mês de setembro que havia sido aberto AQUI (óculos + bolsa e mais...):



O site Random.Org escolheu o número 69. 
Nas inscrições 69 era Patricia Godoy e ela cumpriu o requisito de "curtir" a página do blog no facebook.
Acho que não somos amigas virtuais, aparentemente ela chegou ao blog através do sorteio, 
espero que possamos nos tornar amigas daqui em diante. 
Parabéns meu anjo! Enviarei e-mail e você terá 48hs para enviar seu endereço, do contrário sortearei novamente.

5 comentários:

  1. Queridona Leila!!
    Fui lendo e ficando triste com os acontecimentos e admirando sua tentativa de força e coragem,pois precisamos ser!
    Estou na sua torcida e entendo q precisa ficar em teu cantinho,trabalhando e cuidado de vc e sua mammys!

    Estarei por aqui sempre deixando meu carinho e orações!

    meus sentimentos pelo seu vô. Bj no coração de seu irmao. Os dias sao dif[iceis,mas Deus é mais! \0/

    bj em teu coração saúde e paz a vcs


    Ro Monteiro

    ResponderExcluir
  2. Minha linda, tenha o tempo que precisar, não somos feitos de pedras e os acontecimento realmente mexem com a gente. Amo esse texto, principalmente por ser de autoria do meu amado Rubem, que por mais de uma vez eu disse, escreve com a alma e escreve pra mim.Sinto muito pela perda do vô, as vezes parece que os bons vivem pouco conosco, então só nos resta a saudade!! Viva a vida!! Sim, é preciso celebrar a vida enquanto a tempos, sermos pessoas boas e deixar algo de bom a alguém, mesmo que este "algo" seja somente um sorriso! Bjos minha linda, tudo de bom sempre pra você, dona Izete e todos aqueles a quem você ama!!

    ResponderExcluir
  3. Olá

    Amiga eu sinceramente não sei como vc está conseguindo ter forçar pra aguentar tudo o que esse mês de setembro trouxe pra você....
    Mas esse texto da pipoca realmente mostra que temos que seguir em frente e enfrentar a vida.
    Eu espero de coração que o mês de outubro seja um mês mais leve e feliz pra vocÊ e toda a sua família. Que sua mãe se estabilize e melhore, seu avô como está?? Na hora que vi a noticia no face entrei em pânico achei que era ele, e fiquei preocupada com sua mãe, depois que vi, que era seu outro avô.
    Espero que consiga resolver as suas pendências no trabalho em paz essa semana, e que volte tranquila e mais leve na próxima semana.

    Beijos de sua sempre amiga Gê

    ResponderExcluir
  4. Amiga...
    Escolher ser pipoca requer de nós força, atitude, perseverança, motivação, ação, lágrimas, sorrisos, pausas, recomeços, palavras, silêncios... Enfim, requer vida e isso vc tem dentro de vc.
    Mas faço dentro dessa sua decisão, quiça, sentença um humilde recurso para dizer que precisamos por breves momentos demorar um pouquinho para estourar se transformando na bela, branca e perfeita pipoca que será apreciada com muito prazer, pois a exigência de estar sempre bem, para cima, sorrindo e conseguindo ser o melhor que desejamos ser é pesado demais no momento que muita vezes precisamos nos encolher, pensar, esperar que o tempo cure a dor e nos dê forças para entender que todo processo dolorido e necessário requer um tempo diferente para cada ser humano.
    Não somos personagens de novela que passam pela dor de uma cena para outra.
    Permita-se entender, aceitar e amadurecer com as lutas mas permita-se.... sem cobrança, sem perfeição, sem peso e sem culpa.
    Nesse momento escrevo para vc mas serve para mim pois também estou vivendo meu momento, setembro tb me trouxe muitas lutas, fases, crises nossa diferença é que não consigo externá-la com facilidade nesse nosso cantinho tão precioso.
    Perdoe as ideias lançadas, pouco pensadas mas vividas foi uma oportunidade de estar ao seu lado, oferecendo o ombro, o ouvido e o carinho.
    Quero apenas encerrar lembrando que a CRISE é a possibilidade, a crisálida reveste a lagarta para que ela se transforme em borboleta, mas na verdade ela já nasceu borboleta esperando apenas o tempo necessário para a transformação.
    Perdoe a ausência mas o coração esteve sempre presente.
    Amo vc em Cristo.
    Bjs de sua irmã gerada no campo virtual

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook: