sábado, 2 de março de 2013

COMO DIZIA NELSON CAVAQUINHO...

(recebido por e-mail,
mas gostaria de ser sido a autora)

Sei que amanhã
Quando eu morrer
Os meus amigos vão dizer
Que eu tinha um bom coração
Alguns até hão de chorar
E querer me homenagear
Fazendo de ouro um violão
Mas depois que o tempo passar
Sei que ninguém vai se lembrar
Que eu fui embora
Por isso é que eu penso assim
Se alguém quiser fazer por mim
Que faça agora.
Me dê as flores em vida
O carinho, a mão amiga,
Para aliviar meus ais.
Depois que eu me chamar saudade
Não preciso de vaidade
Quero preces e nada mais.

"Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes!" Acredito nisso. Quantas flores são empilhadas em um funeral e quantas flores a pessoa recebeu em vida? Aproveite seu dia! Aproveite suas amizades. Eu aproveito todas as oportunidades de estar entre amigos reais, gostaria muito de poder conhecer várias amigas do mundo virtual e com elas fotografar assim:

(amo demais cada uma das pessoas dessas imagens, cada uma com sua característica própria, #AMO)
(fonte da imagem clique aqui)






2 comentários:

  1. O que dizer diante de um texto tão certeiro?
    Diante de alguém tão fácil de gostar como vc?
    Dá vontade de ir fundo na cachola e buscar as mais bonitas palavras... na vou optar ser simples: Leila, é um privilégio ter a minha foto aí no meio dessa galera que, apesar de eu não conhecer todas, tenho certeza de que é gente de primeira qualidade!
    Vc tem um uma simplicidade e um carisma que encantam e... como não ser amigo de Leila? Como não gostar de Leila???
    Sou sua fã!!!

    Beijos... Ju

    ResponderExcluir

Comente com o Facebook: